Powered by Rock Convert

Quando perguntam para alguma criança o que ela quer ser quando crescer, ela geralmente responde citando alguma profissão clássica e conhecida, como médico, dentista ou advogado — ou, no caso das mais corajosas, profissões bem aventureiras como astronauta ou bombeiro.

No entanto, nos dias atuais, as tendências para o mercado de trabalho estão apontando para direções muito menos tradicionais (embora não tão incríveis, pequeno cosmonauta) que oferecem melhores chances de ascensão e desenvolvimento profissional.

Isso acontece porque algumas profissões estão altamente saturadas, como as relacionadas à área da Odontologia.

Astronauta

Segundo uma pesquisa feita pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO), existem 220 cursos de odontologia espalhados pelo Brasil, um número muito maior que em outros países com dimensões demográficas e populacionais parecidas com o nosso.

Além disso, cerca de 20% dos dentistas de todo o globo se concentram no Brasil. Muita coisa, não é mesmo?

Esse cenário também se repete em outras áreas, como é o caso do Direito e até mesmo Medicina (pelos menos nas grandes capitais). É por isso que muitos jovens estão migrando para outros campos menos óbvios e comuns, inclusive para áreas operacionais que não necessitam de curso superior.

Direito-Balança

Ficou curioso para saber quais são as 6 profissões mais buscadas pelos jovens e as tendências do mercado de trabalho para 2019? Então continue a leitura e confira!

Cuidadora-de-Idosos

1. Cuidador de idoso

Com o aumento da expectativa de vida da população brasileira (estima-se que existam cerca de 20 milhões de brasileiros com idade acima de 60 anos), a necessidade de pessoas especializadas no cuidado e assistência aos idosos também cresceu.

O mercado de trabalho para esse profissional é bastante amplo, uma vez que ele pode atuar tanto em instituições hospitalares (públicas ou particulares) quanto em ambientes familiares.

No entanto, é preciso ter algum curso da área reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) para ser registrado como cuidador de idoso. Muitos enfermeiros ou técnicos de enfermagem se especializam e atuam nessa área, mas hoje já existem cursos específicos que focam somente na assistência ao idoso.

Painel-do-AutoCad

2. Desenhista projetista

O desenhista projetista é o profissional responsável por elaborar desenhos técnicos que ilustram instrumentos de trabalho, produtos ou procedimentos de instalação, como ferramentas, peças, máquinas, maquetes eletrônicas, ambientes em 3D etc.

O aumento exponencial da tecnologia tem sido o responsável pela difusão desse profissional, o que faz com que o computador seja praticamente o único instrumento de trabalho necessário para o desempenho das funções.

Geralmente, para operar os programas gráficos, é preciso fazer algum curso específico (seja online ou presencial) e obter, assim, o certificado de projetista. 

O AutoCAD é um dos softwares mais utilizados para a criação de desenhos técnicos, sendo seu domínio quase uma exigência para quem quer ingressar na área.

Logo-do-Autocad

Existem diversos cursos no mercado que habilitam o profissional a utilizar o software, mas é preciso analisar com cuidado e escolher o que melhor atende às suas necessidades e perfil profissional.

Equipe-construindo-um-celular

3. Desenvolvedor de aplicativos

Também conhecido como desenvolvedor mobile, esse profissional é o programador que desenvolve e cria aplicativos de smartphones. 

Estima-se que na Google Play, que é a loja de aplicativos do sistema operacional Android, existam quase 1 milhão e meio de aplicativos e jogos disponíveis para os usuários, sendo alguns gratuitos e outros pagos.

É por isso que essa é uma profissão considerada bastante promissora e com grandes chances de um ótimo retorno financeiro.

O profissional pode atuar de duas formas: desenvolvendo aplicativos para terceiros (empresas ou clientes) ou ganhando dinheiro com a venda ou publicidade do seu próprio aplicativo em lojas como a Google Play.

4. Desenvolvedor de games

A indústria de jogos eletrônicos é uma das mais lucrativas do mundo. De acordo com uma pesquisa feita pela Global Games Market Report, há nada menos que 1,23 bilhão de jogadores virtuais ao redor do mundo, representando cerca de 18% da população mundial.

controle-de-video-game
Paisagem-de-games

No Brasil, o número de gamers chega a 60 milhões, fazendo com que o nosso país ocupe a 3ª posição no ranking dos países com mais jogadores do mundo.

É por isso que, assim como o desenvolvedor de aplicativos, o desenvolvedor de jogos eletrônicos é um profissional altamente visado e com muito potencial de crescimento e faturamento, dependendo do tipo de jogo e do público ao qual ele se destina.

Dados levantados pelo Ministério da Cultura apontam que, de 2013 para cá, a quantidade de desenvolvedoras nacionais quase triplicou, chegando ao impressionante número de 375 estúdios de jogos eletrônicos em todo o Brasil e 1700 jogos inteiramente produzidos em território nacional só nos últimos dois anos. 

É, no mínimo, uma profissão a se considerar, não é mesmo?

Um-cachorro-no-banho

5. Tosador e banhista de animais

O mercado de animais domésticos no Brasil é o terceiro mais rentável do mundo de acordo com uma pesquisa feita pelo Instituto Pet Brasil. É por isso que a busca por profissionais treinados para banhar e tosar pets vêm crescido muito, uma vez que faltam pessoas habilitados para o serviço.

Além de, obviamente, ter habilidades manuais para deixar os pelos de cães e gatos aparados e bonitos, o banhista e tosador também precisa ter conhecimentos para identificar machucados, doenças de pele, problemas auriculares e a presença de carrapatos ou pulgas.

Logicamente, não é ele quem vai diagnosticar e tratar do problema (já que essa é função exclusiva do médico veterinário), mas ele precisará avisar ao dono sobre a presença dessas comorbidades.

Farmacêutico-com-remédio
Manipulação-de-medicamentos

6. Atendente ou auxiliar de farmácia

As redes de drogarias vêm expandindo bastante ao longo dos anos e, consequentemente, cresce também a procura por profissionais de atendimento ao público nas farmácias e drogarias. Há uma quantidade considerável de vagas disponíveis, até mesmo para os mais jovens com pouca experiência profissional. 

Os cursos nessa área ensinam o aluno a interpretar receitas médicas, conceitos básicos sobre medicamentos e interações medicamentosas, bem como a ter mais tato no atendimento ao público e organizar o estabelecimento adequadamente.


Como visto, as tendências do mercado de trabalho estão direcionando os jovens a iniciarem sua jornada profissional em áreas que não requerem diploma de graduação, mas que podem ser promissoras e garantir um melhor retorno financeiro.

E então, gostou de saber sobre as 6 profissões mais buscadas pelos jovens? Aproveite a visita e confira dicas de como conseguir o primeiro emprego!