Powered by Rock Convert

É um fato muito perceptível o quanto a expectativa de vida dos brasileiros aumentou nos últimos anos.

Devido a esse fenômeno, cresceu também a demanda por profissionais que tenham feito o curso de cuidador de idosos.

Seta-crescendo

Isso ocorre porque muitas famílias brasileiras têm uma rotina extremamente atribulada e cheia de compromissos e, dessa forma, acabam não tendo tempo para cuidar dos seus idosos.

Nesse caso, a solução é buscar um profissional capacitado que vai desempenhar a função da melhor maneira possível.

Tendo esse cenário em vista, neste post, vamos apresentar informações valiosas sobre o curso de cuidador de idosos.

Talvez essa seja a sua oportunidade de entrar no mercado, não é mesmo?

Confira!

Quais são as funções e obrigações de um cuidador de idosos?

Muitas pessoas acham que, para cuidar de pessoas idosas, basta ter a vocação, uma habilidade que nasce com cada um — mas não é bem assim.

As famílias estão cada dia mais exigentes em relação a isso e, por esse motivo, já existem, no mercado, cursos profissionalizantes e treinamentos específicos nessa área.

Treinamento

Cuidar de um idoso não é a mais fácil das tarefas, e os familiares — de forma muito sábia — preferem contratar alguém que realmente saiba o que está fazendo.

Afinal, o profissional desempenhará funções que os próprios filhos ou netos é que realizariam.

O especialista em cuidar de idosos pode exercer diversas funções durante o seu trabalho e todas devem ser previamente abordadas com os familiares que vão contratá-lo, a fim de estabelecer uma rotina saudável.

Veja, abaixo, alguns exemplos de atividades e obrigações desse profissional:

Saúde

“Observar” é a palavra-chave quando falamos em cuidar de idosos, portanto, essa é uma das tarefas mais importantes nesse trabalho.

O profissional deverá sempre estar atento às funções corporais do idoso — como temperatura, ocorrência de vômitos e diarreias.

Saúde

É preciso observar, também, como anda a qualidade do sono do paciente, assim como mudanças físicas, como manchas pelo corpo.

Qualquer alteração pode significar algo mais sério e deve ser imediatamente relatada ao médico e aos familiares.

Além disso, o cuidador também é o responsável pelo armazenamento e pelo horário de ingestão dos remédios dos idosos, bem como pelo acompanhamento em exames e consultas médicas

Higiene e bem-estar

Auxiliar o idoso durante o banho e a escovação de dentes, ajudar a manter a sua boa aparência, trocar as fraldas e as roupas também são funções que se aprende no curso de cuidador de idosos.

Isso porque essas são atividades simples do dia a dia, que, muitas vezes, eles têm grande dificuldade de realizar sozinhos.

Banheiro

Ou devido à diminuição da mobilidade corporal ou em razão de alguma limitação física.

Para promover o bem-estar do idoso, também é necessário que o profissional não discuta acerca de religião, ideologia ou outros valores que possam estimular a agressividade do paciente.

Respeito é primordial!

Alimentação

A alimentação de uma pessoa idosa, normalmente, tem diversas restrições por variados motivos de saúde.

O cuidador de idosos, além de participar da preparação das refeições, geralmente também é responsável por fazer a lista e realizar as compras desses alimentos, a fim de não deixar que nada lhe falte.

Velhinhos se alimentando

Servir as refeições no horário correto e na quantidade adequada, assim como estimular a ingestão regular de líquidos, também faz parte da rotina de quem escolhe seguir a profissão.

Organização do ambiente

Quedas e machucados são situações frequentes na vida de um idoso que não recebe os cuidados necessários.

Por isso, um cuidador deve organizar o ambiente para que a disposição dos móveis evite esbarrões, quedas e ferimentos aos pacientes. 

Além de organizar, ele deve manter a limpeza do ambiente, dos pertences do idoso e preparar a cama para recebê-lo.

Lazer e passeios

Planejar e acompanhar a pessoa idosa durante passeios e momentos de lazer também é uma função comum de um cuidador de idosos.

Em vista disso, a organização da mala e dos remédios para o período do passeio deve ser feita com muita cautela.

Senhora lendo com cão

Para quem é indicado esse tipo de curso?

Lamentavelmente, temos visto nos noticiários muitos casos de maus tratos cometidos por cuidadores de idosos, o que nos leva a crer que essa não é uma profissão para qualquer um que apenas deseja o salário.

É claro que realizar o curso de cuidador de idosos é indispensável para a atuação, principalmente devido às exigências das famílias.

Jornal

Mas, antes de qualquer coisa, um profissional desse tipo deve ter aptidão para o contato humano, boa noção de empatia e, claro, algumas características essenciais.

Quais são as características esperadas de um profissional que vai atuar nessa área?

O cuidador deve ter, acima de qualquer coisa, muita paciência e capacidade de ouvir a pessoa idosa com calma e serenidade.

Não interrompê-la é primordial para que haja um efetivo apoio na recuperação psicológica e das habilidades sociais.

Ser atencioso, prestativo e proativo também é muito importante, já que boa parte dos pacientes tem limitações também psicológicas que vieram com o passar dos anos.

Mãos-dadas

Não menos importantes são os conhecimentos específicos no cuidado de idosos, pois eles facilitam o trabalho e impedem o surgimento de dúvidas.

Algumas atividades, como dar banho e trocar fraldas, por exemplo, têm técnicas corretas de realização, portanto, é necessário que o profissional tenha conhecimento disso, o que é possível por meio do curso de cuidador de idosos.

Quais são as possibilidades de salário da profissão?

Como dissemos ao longo do artigo, o mercado para os cuidadores de idosos está repleto de oportunidades, e elas tendem a aumentar, já que a expectativa de vida do brasileiro também está crescendo.

Há opções para trabalhar com carteira assinada, ou, até mesmo, em instituições especializadas no cuidado de idosos.

Instituição

Assim, podemos pressupor que o salário médio de um cuidador de idoso, em casos de contratação por carteira assinada, gira em torno de um salário mínimo — que, atualmente, é R$ 954,00.

Segundo a Catho, em São Paulo, um cuidador ganha, em média, R$ 1.179,00; no Rio de Janeiro, R$ 1.166; e em Minas Gerais, o valor é R$ 1.131,00.

Enquanto isso, nas empresas cuja especialização é a prestação desses serviços, os salários podem chegar a R$ 3.000,00.

É uma profissão com bastantes atrativos, não é mesmo?

Com essas dicas e com a realização de um bom curso de cuidador de idosos, você certamente vai se destacar no mercado de trabalho.

Então, coloque-as em prática agora mesmo!

Agora que você já sabe bastante sobre os benefícios de fazer um curso de cuidador de idosos, aproveite para baixar o nosso e-book e descobrir as diferenças entre cursos técnicos e cursos profissionalizantes!

Vamos lá!

Quer conhecer um pouco mais sobre o Curso de Cuidador de Idosos?