Powered by Rock Convert

A engenharia de software é uma ciência que vem ganhando cada vez mais destaque no mercado. Essa tendência é impulsionada pelo avanço de novas tecnologias e pela necessidade da criação e implementação de ferramentas automatizadas com o objetivo de modernizar e simplificar as atividades e a rotina empresariais.

Nesse sentido, o mercado vem exigindo profissionais competentes, qualificados e que dominam os conhecimentos necessários para atuar no universo da computação. É nesse cenário que o desenvolvedor de software ganha destaque.

Trata-se de uma das profissões que mais vêm se destacando nos últimos anos e a tendência é que ela cresça ainda mais — revelando-se uma boa área para se investir. Afinal, todos os dias novas tecnologias vão sendo desenvolvidas.

Quer saber como se tornar um desenvolvedor de software e ter sucesso nesse ramo? Este artigo vai apresentar as principais questões envolvendo essa profissão, como mercado de trabalho, salário e melhores oportunidades. Acompanhe a leitura!

softwares-e-hardwares-desenvolvedor de software

Como se tornar um desenvolvedor de software?

O indivíduo que deseja adquirir e aperfeiçoar as habilidades para se tornar um bom profissional no ramo do desenvolvimento de software precisa estudar a fundo as matérias sobre o assunto.

Atualmente, é possível desenvolver softwares sem que o indivíduo tenha uma formação universitária, por exemplo. Essa é uma das principais características do setor da Tecnologia da Informação.

Isso significa que as empresas têm buscado profissionais que tenham uma ampla experiência no assunto e que saibam lidar diretamente com as questões práticas.

Entretanto, ainda é importante concluir um ensino formal tradicional a fim de obter todo o conhecimento exigido para entrar nesse segmento e prosseguir na carreira. Nesse sentido, tornou-se possível entrar na profissão de diversas formas.

Confira abaixo os principais caminhos a serem seguidos para ter um bom desempenho e se destacar nessa profissão.

grupo-de-estudantes-analisando-fiação

Formação em cursos técnicos

Apesar de a maioria dos empregadores ainda dar preferência para candidatos que tenham diploma em um curso superior, é inegável que ter uma formação técnica também pode abrir muitas portas para obter ótimos empregos e servir de ponto de partida para que o profissional conquiste cargos com altas remunerações.

Nesse sentido, os cursos técnicos também têm um grande peso para o currículo. O seu conteúdo programático abrange muitas disciplinas essenciais para a formação de um bom profissional, como princípios dos softwares e linguagens de programação.

Formação em curso superior

O curso superior geralmente habilita o recém-formado como bacharel. Esse é o grau inicial do profissional ao sair de uma universidade e permite que ele se aperfeiçoe ainda mais — cursos de pós-graduação etc. É também o título preferido pelas empresas que estão contratando profissionais desse segmento.

Essa preferência deve-se ao fato de que o ensino superior proporciona um currículo mais aprofundando e amplo, com um extenso conteúdo programático, uma vez que traz uma boa base em matemática, lógica, hardwares, ciência da computação, arquitetura de software, testes de software, entre outras disciplinas, além de redes e sistemas embarcados.

Códigos-de-programação

Cursos de programação

Existem cursos de programação e bootcamps disponíveis no mercado. Na verdade, esse é um tipo de especialização mais novo e voltado para os indivíduos que aspiram se tornar desenvolvedores de software de sucesso.

Trata-se de projetos com um período de duração curto ou médio — geralmente duram algumas semanas ou meses.

A principal proposta dos cursos de programação é proporcionar um ambiente prático e uma aprendizagem mais imersiva, unindo conceitos teóricos com a realidade dos mecanismos automatizados.

Mulher-trabalhando

Como aprimorar a carreira de desenvolvedor de software?

carreira de desenvolvedor de software exige o aperfeiçoamento constante do profissional. Para isso, é necessário investir em conhecimento atualizado e de qualidade. Conheça algumas dicas de como você pode aprender mais e se tornar referência em seu ramo.

Faça estágios

Os cursos universitários e a maioria dos ensinos técnicos exigem a frequência em estágios como condição para a conclusão do curso. Eles costumam ter uma duração variável. Trata-se de uma exigência muito importante, pois oferece experiências reais para o estudante.

Nesse sentido, as empresas de tecnologia têm a capacidade de proporcionar uma vivência maior, ou seja, o aluno aprende na prática aquilo que foi visto dentro da sala de aula — e até mesmo trabalha em projetos específicos ou aprende coisas que não teria a oportunidade de conhecer em outro lugar. É uma forma de ampliar as habilidades e a capacitação necessária.

Homem-em-um-escritório

Procure por especializações

A engenharia de software costuma ser dividida, em regra, em duas categorias: aplicativos e desenvolvimento de sistemas. Contudo, ainda há outras áreas dentro dessas categorias. Desse modo, os profissionais têm a opção de virarem especialistas em uma determinada linguagem de programação ou em um certo tipo de desenvolvimento de software, por exemplo, Java, XML ou SQL.

Assim, o ideal é pesquisar a situação do mercado e analisar as áreas que apresentam maior valorização e mais demanda por profissionais.

Programador

Obtenha certificados como desenvolvedor de software

As certificações são um grande diferencial dentro da área de TI, ainda mais para o ramo da engenharia de software. Afinal, quanto mais conhecimentos e mais habilidades o profissional dominar, maiores são as chances de ser contratado por um ótimo empregador.

Além disso, as empresas buscam justamente por profissionais com alto potencial de estudo e entendimento dos processos que compõem um software e seus sistemas.

Isso porque elas desejam desenvolver ferramentas modernas e cada vez mais inovadoras para a sociedade. E nada mais útil do que contar com engenheiros e desenvolvedores de alto padrão para essa tarefa.

Portanto, invista em cursos que tenham como objetivo aprimorar conhecimentos para a aprovação e a obtenção de certificações importantes, como para a Microsoft, Cisco e Oracle, além de linguagem de programação e outros softwares específicos.

Pacotes-de-interrogação

Qual é a média salarial?

Os desenvolvedores de software costumam ganhar, inicialmente, um salário que gira em torno de R$ 3.455,00. Trata-se de uma média. Entretanto, as empresas costumam oferecer vagas bastante atrativas e com uma remuneração bem alta.

Até porque a maioria desses profissionais já era programador ou analista de sistemas.

O desenvolvedor de software que deseja se destacar no mercado e sair à frente da concorrência precisa continuar os estudos, sempre se atualizando sobre as principais novidades da área. Para isso, é importante investir em cursos profissionalizantes que agregam conhecimento e experiência.

Quer ser um profissional de sucesso? A New Center pode ajudá-lo nessa tarefa. Conheça o nosso curso de desenvolvedor de aplicativos Android e Web!