“Como ser independente financeiramente?” — esta é uma pergunta que muitas pessoas se fazem dia após dia. Contudo, engana-se quem acha que o motivo dela se resume apenas a ter mais dinheiro e conseguir comprar o que deseja.

Ao contrário, essa vontade está ligada à necessidade de ter mais autonomia.

De controlar a própria vida e de poder investir no futuro — e, assim, conseguir construir uma carreira que traga satisfação e realização.

Moça-comemorando-sobre-uma-cidade

Por essa razão, é tão importante deixar de depender e se sujeitar à vontade dos outros, sejam eles seus pais, seu companheiro ou mesmo outros parentes.

Mas, como conseguir tornar isso real?

Foi pensando nessa questão que preparamos o post de hoje com 6 dicas que vão tornar essa missão mais fácil para você. Confira!

1. MANTENHA A PERSEVERANÇA

Para começar, a nossa primeira dica é bastante simples: seja perseverante

. A razão disso é que a independência financeira, embora seja o desejo de muitos, não ocorre do dia para a noite.

Na realidade, é um processo que leva tempo e, acima de tudo, disciplina.

Afinal, é preciso exercer o autocontrole em relação à forma que como consome e desenvolver a maturidade com gastos mensais que se tem, as obrigações financeiras, etc.

Por isso, não se afobe ou se desespere, especialmente se ainda não trabalha.

um-homem-segurando-uma-casa-e-dinheiro. Como ser independente financeiramente
Um-homem-levando-uma-pedra-por-uma-montanha-como-ser-independente-financeiramente

Aprenda a lidar com o dinheiro e a traçar o caminho que será necessário para ingressar no mercado de trabalhoPosteriormente, se especializar na área com a qual você tem afinidade.

Ao longo deste post você verá diversas dicas nesse sentido!

2. NÃO RESTRINJA A INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA A UM EMPREGO

Deseja começar a trabalhar?

Então, não restrinja a sua independência financeira exclusivamente a um emprego.

Isso porque muitos jovens tendem a fazer essa associação e descartam outras possibilidades, como jovem aprendiz, estágio ou mesmo vagas temporárias — que são frequentes em períodos como fim de ano ou feriados.

Mulher-e-homem-felizes-com-desempenho-de-empregado-como-ser independente financeiramente

Tenha em mente que essas opções podem ser a oportunidade que você precisa para entrar no mercado de trabalho.

Também é oportunidade para aprender mais sobre outras profissões, ter sua própria renda e ganhar experiência.

Além disso, é comum que muitos profissionais nessas situações sejam efetivados pelo bom desempenho, proatividade e bom relacionamento com os demais colegas.

3. ORGANIZE-SE FINANCEIRAMENTE

Começou a trabalhar e já tem a própria renda? Agora é importante se organizar financeiramente. Mas, como ser independente financeiramente?

Bom, esse é um passo indispensável para evitar que você tenha mais gastos do que deveria ao longo do mês.

Para tanto, é necessário, primeiramente, planejar-se quanto ao valor das suas despesas mensais, como água, luz, internet e plano de saúde.

Você pode se basear nos últimos três meses, por exemplo, e fazer uma média de quanto pagou ao total com essas contas.

Feito isso, é hora de colocar na ponta do lápis o quanto gastou nesse mesmo período com compras no mercado e cuidados pessoais (salão de beleza, etc.).

Pessoa-fazendo-contas-em-calculadora

Por fim, repita o mesmo processo levando em conta passeios e programas que realizou nos seus momentos de lazer.

Dessa forma, será mais fácil controlar os gastos por impulso, já que você terá uma ideia do quanto deve reservar da sua renda para cumprir com seus compromissos financeiros e despesas extras.

4. COMECE A POUPAR

Uma vez que você seguiu a nossa dica anterior e viu que, apesar dos seus custos mensais, ainda sobra parte do seu salário, saiba que é hora de começar a poupar.

A razão disso é que fazer uma reserva financeira é indispensável para garantir não apenas sua tranquilidade no futuro, mas também a sua independência.

Afinal, imprevistos, como reformas no lar, problemas de saúde ou, pior, desemprego, podem acontecer a qualquer um.

Logo, economizar para lidar com situações de emergência é (e sempre será) o melhor caminho. Mas, como fazer uma reserva, de fato?

Moça-colocando-moeda-num-porquinho-rosa
Colunas-de-barras-contadoras-coloridas

Simples: comece a juntar uma quantia que não faça falta em seu orçamento mensal, como 10% do seu salário. Ou seja, se você ganha R$ 1.000, deve poupar R$ 100.

Caso queira aumentar o valor, faça isso a cada 6 meses e sempre aumentando, no máximo, 5% por vez, para que não haja um impacto direto no seu bolso.

5. ATENTE-SE AO USO DE LINHAS DE CRÉDITO

Mais uma dica essencial sobre como ser independente financeiramente é redobrar os cuidados com o uso de linhas de crédito.

Afinal, muitas pessoas veem cartões, cheques e afins como uma extensão do orçamento, o que não é verdade.

Lembre-se que tudo o que você gastar com eles deverá ser pago no mesmo mês ou, no máximo, no próximo (ou a partir dele, em caso de compras parceladas).

Logo, saber utilizá-los com cautela e apenas quando realmente for necessário é crucial.

Caso contrário, juros, multas e tarifas vão duplicar em pouco tempo os seus gastos, tornando-se uma verdadeira bola de neve da qual pode ser difícil se livrar.

Cartões-de-créditos-de-várias-marcas

6. INVISTA EM UM CURSO PROFISSIONALIZANTE

Por fim, não deixe de fazer um curso profissionalizante para realçar seu currículo e torná-lo mais competitivo no mercado de trabalho.

Isso porque, além de ser mais acessível, ele conta com uma duração menor para a conclusão do que a de uma graduação.

“Mas, isso pode me  ajudar a como ser independente financeiramente?”, você deve estar se perguntando. Pois bem, nós explicamos.

 Acontece que ao investir com sua especialização em uma área com a qual tem afinidade, é possível ter acesso às vagas que antes não tinha por não ter a formação necessária para concorrer.

Dessa forma, você conta tanto com mais oportunidades de ocupação quanto com um aumento na sua renda.

Sem mencionar, é claro, que aumentam as possibilidades para quem deseja abrir uma empresa e gerenciar o próprio negócio.

Gostou de ler mais sobre como ser independente financeiramente?

Então, não deixe de seguir nossas dicas e se preparar para ter maior controle sobre suas despesas, mas também sobre sua vida.

Por isso, aproveite o tema deste post e veja quais são as opções para quem se formou no ensino médio!