Para quem pretende ingressar no mercado de trabalho sem ter que passar necessariamente por uma universidade, ter um certificado de informática avançada pode ser de grande ajuda e encurtar alguns caminhos para o tão sonhado retorno financeiro.

Isso acontece por duas razões principais. A primeira é devido à carência de profissionais especializados no mercado, e a segunda (talvez a mais importante) é a necessidade da informatização de dados por toda e qualquer empresa, seja do segmento que for.

Com o avanço da tecnologia, manter-se em atividade sem que haja um sistema para organizar todas as informações é uma tarefa praticamente impossível para os estabelecimentos atuais.

É por esse motivo que resolvemos abordar esse assunto neste artigo e mostrar a importância de se ter um certificado de informática avançada, além de explicar sobre os cursos mais relevantes que fornecem ao aluno esse diploma. Ficou curioso? Então, continue a leitura!

A história da implantação da informática nas empresas

“Se queres prever o futuro, estuda o passado”, já dizia o filósofo chinês Confúcio há mais de 2000 anos. Para se entender a importância de algo, é preciso saber suas origens e trajetória.

Por isso, fizemos um resumo para que você entenda como se deu a implantação da informática empresarial até os dias de hoje. Confira a seguir.

História-da-informática
Primeira-geração

O começo de tudo: primeira geração

A primeira geração de ambientes corporativos computadorizados é chamada de geração formação, e se deu nas décadas de 1950 até 1960.

Naquela época, o computador tinha somente a utilidade de fornecer mais praticidade às atividades específicas e repetitivas, como as folhas de pagamento de grandes companhias, que antes processavam manualmente a remuneração de milhares de funcionários.

Essas empresas tiveram um primeiro “gostinho” do que os computadores eram capazes de fazer, porém seus preços eram exorbitantes e impediam que fossem utilizados em larga escala.

O sistema de gerenciamento de dados ainda era rudimentar e se limitava apenas a recuperar dados por meio da identificação do número do registro.

Metodologias formais eram quase nulas e a programação dos computadores se limitava a uma linguagem de máquina.

De tempos em tempos surgia um conjunto de estruturas chamadas de “cascata”, que tinham o objetivo de “satisfazer o mais rápido possível as necessidades dos usuários de negócio” (segundo o próprio slogan da época).

Segunda-geração

Segunda geração

De 1960 a 1980 foi implantada a segunda geração com o nome de proliferação. A diferença era que, em vez das ilhas de automação existentes na primeira geração, as companhias passaram a implantar um conjunto de sistemas interconectados com terminais difundidos por todos os departamentos da empresa.

Esses terminais resolveram o principal problema da época, que era o de permitir o acesso dos próprios funcionários ao computador, ao mesmo tempo em que dispositivos de armazenamento de informações proviam toda a flexibilidade necessária para o armazenamento e acesso de dados.

computador_antigo
terceira-geração

Terceira Geração

Denominada de dispersão, essa geração seu deu no começo da década de 80, época em que havia um singelo interesse na área de modelagem de sistemas e a utilização de modelos para a

elaboração de softwares estava limitada a apenas algumas metodologias mais formais com o objetivo de desenvolver aplicações.

A carência de planejamento e gerenciamentos de dados efetivos levou, no ano de 1981, os pesquisadores Clive Finkelstein e James Martin a definir o esqueleto de uma nova disciplina, chamada de Engenharia da Informação.

O intuito era incorporar procedimentos e técnicas às atividades de desenvolvimento e planejamento de sistemas.

Nos anos seguintes, ferramentas mais eficientes como o CASE (Computer Aided Software Engeneering) foram criadas e integradas à Engenharia da Informação, o que contribuiu para a substituição gradativa do perfil tradicional de desenvolvimento de sistemas por um panorama mais moderno em que as incertezas e improvisações deram lugar às técnicas mais sólidas e de grande eficácia.

Engrenagens
Quarta-geração

Atualmente: quarta geração

A quarta geração dos ambientes corporativos computadorizados iniciou na década de 90 e foi batizada de geração unificação.

Essa geração valoriza sobretudo um ambiente arquitetural (que é a implantação de um conjunto de soluções, tais como: planejamento, comunicação, manutenção e aprendizado) em prol do gerenciamento da informação, otimizando e unificando o uso dos recursos da tecnologia da informação.

Além disso, ela também considera a informação como patrimônio importantíssimo dentro de uma organização, transformando-a em conhecimento e resultado.

Definição de informática avançada

Conforme visto acima, não fosse pela tecnologia e informática, muitas grandes empresas perderiam informações valiosas e, hoje em dia, provavelmente nem seriam mais tão grandes assim, já que “informação é poder”, como diria Steve Jobs.

Computação

Por isso cursos como o de informática avançada (ou outros que contemplam o aluno com o certificado de informática avançada) são tão importantes, pois além de capacitarem o estudante a utilizar os recursos do computador de modo mais autônomo e eficaz, também podem ser uma porta de entrada para as graduações da área, como sistemas de informação, análise de sistemas ou engenharia da computação.

Um bom curso de informática avançada deve apresentar conteúdos que, em geral, abordem estes assuntos:

  • revisar os principais fundamentos da história da informática;
  • aprofundar conhecimentos e técnicas sobre sistemas operacionais e de informação;
  • ensinar o aluno sobre os recursos mais avançados de editores de texto, apresentações eletrônicas e planilhas;
  • instruir sobre exportações de dados para os editores de texto e planilhas;
  • ensinar conceitos avançados de sistemas operacionais e do Microsoft Office.

Cursos que disponibilizam certificados de informática avançada

São inúmeros os cursos que premiam o indivíduo com um certificado de informática avançada, sendo que cada um deles tem as suas próprias características e destinação.

Veja abaixo os mais relevantes.

Um-desenho-autocad
Rede-e-informática-certificado de informática avançada

Projetista AutoCAD

Curso que se destina a todos aqueles que desejam ganhar habilidades (ou ampliá-las) em relação à criação de elementos tridimensionais (desenhos técnicos).

Os conceitos compreendidos nesse treinamento podem ser aplicados em diversos segmentos, como:

  • desenho industrial (design volumétrico de embalagens e protótipo de objetos;
  • design de interiores (criação de ambientes em 3D);
  • arquitetura (maquetes eletrônicas);
  • topografia (relevo em 3D e obtenção de volumes de terreno);
  • mecânica (matrizes em 3D para prototipagem, traçado de ferramentaria, moldes de fundição, etc.).

Como se percebe, um projetista AutoCad tem um “mar de opções” para escolher.

A carga horária desse curso é de 220 horas, com duração de 22 meses. 

Web Design

O curso de Web Design permite que o profissional tenha inúmeras possibilidades de atuação, já que, ao concluí-lo, ele estará apto a trabalhar na criação de vinhetas, sites, vídeos e praticamente tudo o que se relaciona ao ambiente visual da internet.

Um-designer-web-trabalhando

As matérias envolvidas contemplam os conceitos de planejamento e usabilidade, unindo um ao outro com o objetivo de desenvolver uma interface de navegação intuitiva e agradável. 

Além disso, o aluno também aprenderá a divulgar e vender seus produtos e/ou serviços, já que no curso de Web Design está incluso um módulo de marketing e propaganda.

A carga horária do curso é de 136 horas, com duração de 14 meses. 

Designer gráfico 

Responsável por ordenar e estruturar a informação visual da empresa, o designer gráfico terá o seu lugar garantido no mercado, desde que prove as suas capacitações

O trabalho desse profissional é normalmente associado às empresas de moda, marketing e publicidade, além da criação de banners e logotipos, fontes tipográficas, tratamento de imagens e “configurações visuais” para empresas de qualquer tipo de segmento.

Programa-de-design-gráfico

Em geral, o público-alvo desse curso são fotógrafos, estudantes de comunicação e artes e usuários amadores de câmera fotográfica digital que querem aprofundar seus conhecimentos em arte digital e saber tratar imagens com qualidade e rapidez.

A carga horária desse curso é de 111 horas, com duração de 12 meses. 

Excel Expert 

Dirigido para aqueles que desejam aprender a utilizar os recursos avançados do Microsoft Excel, o curso de Excel Expert dá aos profissionais as habilidades necessárias para criar planilhas complexas, eficientes e automatizadas. 

Programa-excel

Ao conquistar esse certificado, o aluno estará habilitado para desenvolver sistemas interessantíssimos e soluções para as mais diversas atividades em rotinas de escritório, como contas a pagar e a receber, controle de caixa, de estoque, fluxos de vendas e compras, enfim, as possibilidades são incontáveis.

 

Vale deixar claro que ter conhecimentos avançados em Excel é uma característica apreciada por todas as empresas, não importa o tipo, tamanho ou segmento.

A carga horária dessa modalidade é de 115 horas, com duração de 8 meses.

Além desses cursos, outros podem ser considerados como os mais abrangentes em termos de amplitude profissional, como:

  • Office Avançado (aborda os recursos avançados de todos os aplicativos do pacote Office, permitindo aos profissionais conhecer e aplicar funcionalidades que, na maioria das vezes, são desconhecidas entre os utilizadores comuns);
  • Desenvolvedor de Software (dá aos alunos as capacidades para desenvolver sistemas e aplicações);
  • Web Developer (curso que trata das técnicas e dos conceitos que envolvem as tecnologias JavaScript, HTML5 e CSS3, por exemplo).

Importância de um certificado de informática avançada

Agora que você já sabe um pouco da história da informática nas empresas, o conceito sobre a área de informação voltada para recursos mais específicos e quais são os cursos que podem fornecer um certificado de informática avançada, fortaleceremos a importância de obtê-lo, independentemente de qual seja.

Moça-feliz

Diversas opções de atuação

Como você pôde perceber, as opções de atuação são várias.

É claro que cada um dos cursos apresentados acima são direcionados para áreas distintas, porém, todas elas permitirão escolher diferentes alternativas de trabalho. 

Para ampliar essas possibilidades ainda mais, recomendamos que você conquiste não apenas um, mas dois ou três certificados.

Quanto mais especializações, melhor será a sua imersão no mercado de trabalho.

Pessoas-em-uma-reunião

Formação e empregabilidade mais rápidas do que a graduação

Outro ponto que merece destaque diz respeito à formação e à empregabilidade, que são mais rápidas do que a graduação.

Os cursos profissionalizantes são muito bem aceitos pelos empregadores, já que focalizam em habilidades específicas, além de, em muitos casos, inserirem o aluno dentro da empresa mesmo antes da conclusão das outras modalidades por meio de estágios.

A vantagem para o aluno, nesse caso, é o fato de que é possível obter um certificado de informática avançada em menos de um ano, já que, nas universidades, por exemplo, o tempo médio de graduação é de quatro anos.

Bons salários

Profissionais especializados têm salários melhores, isso é certo.

Embora o começo seja um pouco mais complicado, ao provar os seus conhecimentos, a tendência é que o especialista evolua cada vez mais em relação aos seus ganhos: é importante que se mantenha sempre atualizado e em constante aprimoramento.

Temos um exemplo do projetista em AutoCad, cuja média salarial inicial (para os trainees), é de R$ 2.411,13 e está acima da média de alguns profissionais recém-saídos de cursos de graduação com 4 a 5 anos de duração.

Perspectiva para empreender 

Com o domínio de determinadas habilidades somado à experiência de trabalho, o profissional com certificações avançadas em informática terá uma ótima visão do seu mercado e, dependendo dos seus objetivos, abrir um negócio próprio pode se tornar uma excelente escolha.

Homens-fechando-acordo

Além disso, esse profissional terá possibilidade de trabalhar como autônomo, em regime freelancer e escolher quando, como e com quem atuará, além de poder definir seu próprio preço e as formas de pagamento.

Para concluir, não poderíamos esquecer de dizer que, ao procurar por essas certificações, lembre-se de dar preferência para uma empresa reconhecida pela qualidade dos seus cursos, com uma boa estrutura em suas instalações, que priorize a qualificação dos seus professores e tenha credibilidade no mercado.

Garota-estudando

Sem isso, apesar de o aluno receber o certificado, corre-se o risco de ele não aprender o que realmente se deveria e, por consequência, ter dificuldades para se manter no cargo e se destacar perante a concorrência.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre a importância de um certificado

de informática avançada e sanado todas as suas dúvidas a respeito do assunto.

Se quiser saber mais, ou se ainda tiver algum questionamento, entre em contato conosco agora mesmo que estaremos prontos para ajudá-lo a dar o primeiro passo rumo a um futuro promissor e repleto de oportunidades!